O programa Bolsa Família deve chegar ao final deste ano atendendo 8,700 milhões de famílias, o que corresponde a cerca de 40 milhões de pessoas. A informação foi dada pelo ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias.

Segundo ele, o programa vem atingindo as metas estabelecidas, além de ter aperfeiçoado o controle social. "Montamos uma rede de fiscalização pública, em parceria com o Ministério Público. Todos os promotores de justiça, nas suas comarca, em todos os cantos do Brasil, são fiscais dos nossos programas, especialmente do Bolsa Família", disse o ministro.

De acordo com Patrus Ananias, as ações integradas, realizadas também com o Tribunal de Contas União e a Controladoria Geral da União, e a parceria com as prefeituras estão permitindo que os recursos cheguem às famílias realmente pobres. E a contrapartida das famílias também está sendo monitorada, afirma o ministro. "Estamos efetivamente fiscalizando para que as famílias cumpram sua parte em relação à educação das crianças e os cuidados com a saúde", disse ele.