enkontra.com
Fechar busca

Notícias

BNDES financia equipamento rural com taxas de 9,75% a 12,75% ao ano

  • Por Agência Brasil

O Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota), administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, terá a partir de agora como parâmetro para definir as condições de financiamento a produtores rurais a renda bruta anual de R$ 150 mil, com taxas variando entre 9,75% a 12,75% ao ano.

A informação foi dada hoje, no Rio, pela Gerência de Imprensa do banco. Isso significa que as operações para tomadores de recursos com renda agropecuária bruta anual abaixo de R$ 150 mil e aquelas destinadas à aquisição de equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de café terão taxa de juros de 9,75% ao ano e até 100% de participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Para renda superior a R$ 150 mil, os juros serão de 12,75% ao ano e o banco financiará até 80% do valor da máquina adquirida. Os financiamentos para compra de equipamentos, tratores e implementos para preparo, secagem e beneficiamento de café terão prazo de cinco anos. Para colheitadeiras, o prazo será de seis anos.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social revelou que os desembolsos do Moderfrota tiveram incremento de 66,4% em 2002 sobre o ano anterior, totalizando R$ 2,83 bilhões, contra R$ 1,70 bilhão em 2001. Desde março de 2000, quando foi criado, o programa contabilizou 118,7 mil operações, gerando desembolsos de R$ 5,57 bilhões, dos quais a maior parte (R$2,23 bilhões) se destinaram à região Sul do país. Um total de R$ 800 milhões do Moderfrota será repassado para os produtores rurais no primeiro semestre deste ano pelos agentes financeiros do BNDES.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas