Uma boa notícia para os municípios brasileiros marcou a abertura, hoje (29), da 47ª Reunião Anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e o presidente do BID, o colombiano Luiz Alberto Moreno, anunciaram a criação de uma linha de crédito no valor de US$ 450 milhões para os municípios investirem em projetos de infra-estrutura.

Outra boa notícia, segundo o ministro Paulo Bernardo, é que o financiamento deverá ser feito em moeda local, ou seja, os contratos com as prefeituras serão assinados em real. Para isso, explicou, os estudos já estão bastante adiantados e a iniciativa resulta do bom desempenho da economia brasileira. O presidente do BID completou afirmando que "a economia brasileira tem sido exemplo para outros países da América Latina".

Ainda de acordo com o ministro, o programa batizado de Pró-cidades será mais uma opção para os prefeitos contraírem empréstimos para projetos como os de saneamento básico. A verba inicial, acrescentou, poderá dobrar conforme o número de consultas que chegarem ao ministério. E o dinheiro para as prefeituras selecionadas deverá começar a ser liberado em seis meses.

Participam da reunião anual do BID, até o dia 5, no espaço Expominas, cerca de 13 mil delegados dos 47 países associados à instituição, criada há 47 anos para financiar projetos de desenvolvimento na América Latina.