Brasília – O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), qualificou de "infundada" a denúncia da reportagem de capa da revista Veja que chega amanhã (30) às bancas, mas cujo resumo já está disponível na internet. Segundo a revista, a campanha eleitoral do presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria recebido, entre agosto e setembro de 2002, US$ 3 milhões provenientes de Cuba.

"Não há como um partido como o PT se arriscar assim, porque seria enquadrado na lei e perderia o registro. A Constituição Federal é clara no que se refere à perda do registro partidário. Receber dinheiro de fora do país é uma das razões que levam a isso", afirmou Berzoini.

Ele disse, ainda, estar tranqüilo quanto à possível convocação, pela CPI dos Bingos, do advogado Rogério Tadeu Buratti para prestar esclarecimentos sobre o assunto. Segundo a revista, Buratti e Vladimir Poleto, ambos ex-assessores do ministro Antonio Palocci (Fazenda) quando ele era prefeito de Ribeirão Preto (SP), teriam presenciado o transporte do dinheiro.

"É um direito da CPI investigar. Se houver a convocação, vamos acompanhar atentamente para evitar ilegalidades que alguns [parlamentares] têm cometido, como convocações de pessoas que nada têm a ver com o foco das investigações. Vamos acompanhar com tranqüilidade, porque nada temos a esconder", afirmou o presidente do PT.