O traficante Luiz Fernando da Costa, Fernandinho Beira-Mar, chegou a Brasília às 14 horas, procedente de Maceió, num avião da Polícia Federal. Ele deverá ficar preso por cerca de três meses na carceragem da Superintendência da PF na capital federal. Do aeroporto até a Superintendência da PF, Beira-Mar foi escoltado por um comboio de cinco carros da PF, ocupados por 16 policiais federais de Brasília, além dos sete que o escoltaram a partir da capital alagoana.

Beira-Mar provavelmente será transferido de Brasília quando for concluída a primeira prisão federal de segurança máxima, prevista para junho. Desde que ele foi preso a política é não mantê-lo na mesma cidade por períodos superiores a três meses. Foi montado um esquema especial em torno da carceragem da PF em Brasília, que será mantido enquanto o traficante estiver preso nesta capital. Beira-Mar cumpre pena por tráfico de drogas, homicídio e outros crimes.