O Banco Social, programa que oferece linhas de crédito para pequenos empreendedores, voltou a funcionar neste mês em todas as administrações regionais de Curitiba. Com isso, proprietários de pequenos negócios, formais ou informais, têm acesso a empréstimos que variam de R$ 300,00 a R$ 5.000,00 a juros de 1,5% ao mês, menores do que as taxas praticadas no mercado.

Programa do Governo do Estado, implantado em 2001 para funcionar como um banco sem burocracia, o Banco Social é voltado a empreendedores que possuem baixa renda ou contribuam para o rendimento familiar. Os recursos são da Agência Estadual de Fomento, que tem como parceiros as prefeituras, o Sebrae e Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho.

Em Curitiba, o Banco Social existe desde abril de 2002 e é administrado pela Curitiba S.A., empresa responsável pelos programas de desenvolvimento econômico do município. Desde sua implantação, o Banco Social liberou quase R$ 2,7 milhões para investimentos em pequenos empreendimentos na cidade.