O Banco Mundial, organismo financeiro internacional mantido por 176 países, quer apoiar projetos da Prefeitura de Curitiba na área ambiental, para combater o aquecimento global. O diretor do Banco Mundial no Brasil, o senegalês Makhtar Diop, esteve em Curitiba na semana passada e propôs parceria à Prefeitura.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente prepara, em parceria com a Sociedade de Proteção à Vida Selvagem, um estudo para medir a quantidade de gases responsáveis por aquecimento emitidos na cidade. O Município também prepara um inventário da quantidade de poluentes absorvida pela vegetação da cidade. “Todas as ações são pensadas de forma integrada ao meio ambiente. Seria uma grande honra estabelecer uma parceria com a cidade”, afirmou Diop