enkontra.com
Fechar busca

Economia

Bancários protestam contra demissões no Itaú

  • Por Guilherme Luís Voitch
O Sindicato dos Bancários protestou em
frente à Agência Itaú da XV de Novembro.

Em 2003 o Banco Itaú tem demitido uma média de 6 funcionários por dia na Grande Curitiba. A informação é do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, que ontem promoveu um protesto em frente à Agência Itaú da XV de Novembro. Com faixas, panfletos e discursando aos transeuntes, os sindicalistas alertavam para o “extermínio” de empregos promovido pelo banco desde que assumiu o Banestado, em outubro de 2000.

Segundo a presidente do Sindicato, Marisa Stédile, desde que o Itaú iniciou as operações no banco do eEstado, mais de 7 mil cortes foram feitos. “A diretoria do banco já declarou que vai promover ainda mais ajustes na estrutura do Banestado. E ajuste, nesse caso, significa demissão.” No ano passado, mais de 500 pessoas foram demitidas. Os terceirizados que faziam serviços de limpeza e vigilância também foram cortados, de acordo com a sindicalista. “Não temos mais telefonistas. E quem ficou trabalhando tem de se desdobrar. A volta do Carnaval foi um inferno”, afirma ela, lembrando que perdem também os milhares de clientes do banco. “A população sofre com filas e demora no atendimento. Enquanto isso o Banco apresenta lucros cada vez maiores”. No ano passado o Itaú teve um lucro de R$2 bilhões

A reportagem de O Estado procurou ouvir a posição do Banco Itaú sobre as demissões, porém até o fechamento dessa edição o diretor que poderia dar as informações não deu retorno.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas