Nem o Ministério da Defesa nem o Comando da Aeronáutica quiseram comentar o conteúdo do diálogo entre os pilotos Joe Lepore e Jan Paladino logo depois do choque do jatinho Lagacy com o boeing da Gol, em 29 de setembro, quando morreram 154 pessoas. A conversa foi divulgada em reportagem da revista Veja desta semana.

A Defesa informou, por intermédio de sua assessoria, que prefere aguardar o fim das investigações que vêm sendo feitas pela Aeronáutica e pela PF.

Já o Comando da Aeronáutica afirmou que as investigações sobre a queda estão sob sigilo imposto pelas normas internacionais. De acordo com a Aeronáutica, o objetivo das investigações é preventivo, ou seja, identificar eventuais falhas e corrigi-las, para evitar acidentes futuros. Não tem objetivo criminal. Por esse motivo, continuou, a posição da Aeronáutica é a de não comentar o conteúdo da reportagem da revista Veja.

Conforme a transcrição do diálogo entre os dois pilotos, feita pela Veja, Lepore e Paladino disseram logo depois do choque entre os dois aviões: "Cara, você está com o TCAS (ao qual está ligado o transponder, que dá o alarme quando há a aproximação de outro aeronave) ligado?" Resposta: "É, o TCAS está desligado.