ja84a.jpgFoi lançado no mês passado, no mercado europeu, o novo VW Eos, um conversível com quatro assentos, teto solar corrediço e elevadiço de cinco seções de Cabriolet e Coupé (teto CSC), e transmissão automática dupla DSG, airbags frontais, airbags de cabeça-tórax especialmente desenvolvidos para este modelo, rodas de liga leve de 16 polegadas (V6: 17-polegadas), climatizador (Climatic / V6: Climatronic), faróis de neblina e vidros elétricos.

O Cabriolet-Coupé Eos tem 1,79 metro de largura, 4,41 metros de comprimento e 1,44 metro de altura. Estas dimensões têm em relação uma com as outras conseqüências dinâmicas: graças à maior largura em comparação (proporcionalmente) a comprimento e altura, o Eos tem um aspecto imponente sobre as quatro rodas. A bitola (mais de 1,55 metro) não só fica bem visualmente, mas faz com que o Eos seja ágil e seguro em suas características de dirigibilidade.

ja84b.jpgSeu interior tem conceito totalmente novo. Enquanto os detalhes de função e operação (luz, climatização e sistema de som, por exemplo) são conhecidos de outros modelos, muitos outros elementos do Eos têm concepção nova. Entre eles, o painel de instrumentos, o revestimento das portas e laterais, bem como a instalação dos bancos traseiros e a climatização automática apropriada a um conversível.

Primeiramente, a Volkswagen está oferecendo opcionalmente o sistema de bancos "easy-entry", ativados eletricamente. Eles "guardam" a posição dos assentos do motorista e do acompanhante, voltando à posição – depois que os passageiros de trás entraram ou saíram – com um simples apertar de botão. No caso do teto aberto, o volume de carga do porta-malas é de 205 litros. Se está fechado, o volume sobe para 380 litros. De série, a tampa do porta-malas pode ser fechada com acionamento elétrico. Além disto, existe a possibilidade de acessar o porta-malas por dentro por meio de uma tampa integrada no banco traseiro.

O Eos está equipado com quatro motores à gasolina, que rendem as potências de 85 kW / 115 cv, 110 kW / 150 cv, 147 kW / 200 cv e 184 kW / 250 cv, além de um turbo-diesel TDI com 103 kW / 140 cv com filtro de partículas de série. Até 147 kW são usados quatro cilindros com injeção direta. Além disto, a Volks concebeu um Eos especialmente sofisticado com acabamento em couro bicolor, rodas de liga leve com 18 polegadas e grade dianteira em cromo escuro.