Deve chegar em junho, a versão “station-wagon” do médio i30 da Hyundai, com preços entre R$ 56 mil e R$ 75 mil e seguir a lógica dos pacotes de equipamentos utilizada pelo “hatch” no mercado brasileiro.

Além disso, a perua também usará o mesmo motor 2.0 16V de 145 cv e 19 kgfm, com opções de câmbio manual de cinco marchas ou transmissão automática de quatro velocidades. Com 4,47 metros de comprimento, 1,77 m de largura, 1,56 m de altura e 2,65 m de entre-eixos,

o i30 CW é 12 cm mais alto e 23 cm mais comprido que o “hatch”. O CW que batiza a perua do i30 quer dizer ” Crossover Wagon”. O estilo do modelo, porém, deixa bem claro uma vocação muito mais urbana e familiar.

A “station” utiliza basicamente a mesma frente adotada no dois volumes. Visto de perfil, o i30 CW tem teto com caimento em arco na terceira coluna, linha de cintura em cunha, vidro espia trapezoidal e bagageiro no teto.

Na traseira, lanternas verticais e paralelas ao vidro traseiro que remetem ao visual adotado no “hatch”. Quanto a equipamentos, a montadora também vai repetir a fórmula do “hatch” e trazer uma configuração única do i30 CW com diversas opções de pacotes de equipamentos. Toda a linha vai contar com “airbag” duplo e freios com ABS.