A Suzuki Veículos do Brasil confirmou nesta quarta-feira (4) que vai erguer uma fábrica na cidade de Itumbiara, no interior de Goiás. A unidade fabril será inaugurada no fim do ano que vem (2012) e terá capacidade para montar sete mil unidades por ano do jipinho Jimny.

De porte pequeno e dotado de tração 4X4 o utilitário atualmente é importado do Japão. Com as pesadas taxas alfandegárias, o subcompacto (equipado com o pequeno e moderno motor 1.3 litro de 83 cv e dotado de comando variável) é oferecido no País a partir de R$ 54.790.

Para fabricá-lo na cidade goiana, a Suzuki vai investir R$ 100 milhões e abrirá 600 novos empregos. E com nacionalidade, o preço do jipinho – que oferece tração 4X2, 4X4 e 4X4 com reduzida – certamente ficará mais acessível.

O Jimny foi escolhido pela montadora japonesa por ser um veículo robusto, de tração 4X4 e, conseqüentemente, ideal para enfrentar as deterioradas rodovias brasileiras, muitas delas sequer são pavimentadas no interior do País.

O modelo é vendido atualmente em 188 nações pelo mundo e soma mais de 2,4 milhões de unidades. Além do Jimny, a Suzuki vende hoje no Brasil o SUV Grand Vitara (de terceira geração) e hatch altinho SX4.

“Crescer de forma sustentável, com solidez e segurança é idéia da Suzuki. A fábrica representa um marco decisivo na consolidação da marca no País, ratifica nossa confiança no potencial do Brasil e nossos compromissos com o estado de Goiás”, afirmou em discurso o presidente da filial brasileira da montadora, Luiz Rosenfeld.

A promessa feita pela Suzuki durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro passado, está sendo cumprida. A nova planta de Itumbiara será a 16ª da Suzuki ao redor do mundo.

O protocolo para a implantação da montadora foi assinado pelo presidente da Suzuki Brasil, Luiz Rosenfeld, pelo governador do Estado, Marconi Perillo, e pelo prefeito de Itumbiara, José Gomes da Rocha, na sede do governo estadual.