Com 50 carros de passeio na pista do Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), o Show Cars by Turismo GNV, a nova mania, produzido pelo IBDA (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Automobilístico), durante a 3.ª etapa da Copa Turismo GNV (CTGNV), comprovou que esse evento veio para ficar.

Amantes do automobilismo, clubes e faculdades marcaram presença e pisaram fundo na pista profissional, agitando e comprovando mais esse sucesso que acontece nos intervalos da CTGNV. "Devido o pouco tempo em chamar todos os membros do nosso clube, viemos somente em quatro carros, mas pretendemos com esse evento firmar novas parcerias, conhecer novas pessoas e formar um grupo só. O grupo dos que amam velocidade", contou Rodrigo Pina, presidente do Clube do Marea do Paraná.

Para Jonathan Barni, coordenador do Celta Clube Curitiba, esse evento permite o crescimento do clube. "Estamos trabalhando para fazer do Show Cars nosso ponto de encontro", afirmou Barni. Representantes do Gol Clube também participaram do Show Cars.

Após o briefing, o evento que durou uma hora e trinta minutos foi dividido em três baterias. A primeira entrou na pista com motor 1.000, às 14h. A segunda bateria foi dos carros mais fortes e a última bateria entrou na pista às 15h, com carros turbinados. O Show Cars foi liderado pelo promotor Rogério Silveira, que se encarregou de acompanhar, com o safety, as voltas pelo circuito interno do AIC com os inscritos.

"O intuito deste evento era permitir que pilotos de rua e acompanhantes sentissem a adrenalina de estar em uma pista profissional e tornar a CTGNV um ponto de encontro dos amantes da velocidade. E isto está se tornando possível através do apoio de pessoas preocupadas em manter a qualidade, segurança e diversidade nos eventos automobilísticos, como todas essas que estiveram conosco nesse dia, além dos coordenadores da CtbaTuning, que ajudaram na organização das baterias e também na divulgação do Show Cars", concluiu Luciana Milczevsky organizadora e Presidente do IBDA – CTGNV.

Para participar era preciso que o piloto fosse maior de 18 anos, habilitado. A taxa de inscrição foi de R$ 15,00 por carro, pago no ato da inscrição, e dava direito a cadastrar cinco acompanhantes, sendo permitido somente duas pessoas no carro para dar a volta na pista, sendo o uso do capacete obrigatório. A próxima etapa da CTGNV acontece dia 18 de junho, com o Show Cars by Turismo GNV. Informações no site: www.paranavelocidade.com.br.  (Camila Mofka)