ja711.jpgAcaba de passar por reestilização a segunda geração da minivan Scénic e sua variante Grand Scénic, disponíveis no mercado europeu. Um com cinco assentos, oferecendo lugar para bagagens, e o outro, numa versão maior, com sete bancos.

No Brasil a marca ainda vende a primeira geração do modelo, de 1996. As mudanças foram leves. Na dianteira, o carro ganhou entradas de ar mais largas no pára-choque e um pára-brisa dianteiro grande e deitado, que deixa o capô bem menor. Os faróis de xenônio, embora mantenham o mesmo formato, vêm com novos elementos externos.

Outras mudanças incluem um novo câmbio com seis marchas que substitui o de cinco marchas no motor 1.6 a gasolina e a introdução da versão automática 1.9 dCi 130 FAP. Na traseira as mudanças foram menores, com destaque para o pára-choque, que agora vem pintado na cor do carro. O interior recebeu novos tecidos de revestimento.

ja712.jpgAlém disso, a lista de itens opcionais está mais longa, com novidades como sensores de estacionamento, rádio com MP3, teto fixo panorâmico, ajuste no banco da frente do passageiro e sensores para estacionar, além dos sensores para chuva e iluminação e o controle de viagem com limite de velocidade.

A Renault incorporou também ao Scénic dois novos motores a diesel, 1.9, de 130 cavalos, e 2.0, que rende 150 cv. Outra novidade está na variante Grand Scénic, que agora também passa a ser oferecida na configuração cinco lugares. No modelo anterior, a versão estava disponível apenas com assentos para sete pessoas. Os novos modelos inteiramente reestilizados poderão ser adquiridos somente na França a partir de setembro deste ano, por ocasião do Salão do Automóvel de Paris.