Motorista, acredite: a redução de emissões de poluentes também depende de você. E acreditando nisso foi que a Renault criou o “Renault Eco-Driving”, um conjunto de orientações simples aos condutores para ajudá-los a economizar combustível e, conseqüentemente, colaborar com o meio ambiente. E as dicas são do piloto de testes da equipe Renault F1 Team, Lucas Di Grassi.

A primeira delas está relacionada às trocas de marchas. “As reduções devem ser feitas quando a rotação do motor atingir a casa das 1.000 rpm. E as mudanças de marcha ascendentes devem ser realizadas, nos veículos de passeio, após as 2.400 rpm. O ideal é que o motorista esteja com a quarta ou quinta marcha engatadas quando o veículo atingir a velocidade de 50 km/h”, explica o piloto.

Outra recomendação: manter a velocidade constante a partir dos 40 km/h. No momento da freada, o melhor é utilizar o freio-motor. A 50 km/h em quinta marcha, a dica é tirar o pé do acelerador a uns 100 metros antes do semáforo. Ou seja, a meta é dirigir sempre de maneira suave, evitando solavancos tanto para acelerar quanto para reduzir a velocidade.

Recomendações

Planeje-se antes de viajar.  Leve em conta a topografia, especialmente nas estradas. Numa descida, não acelere para ganhar velocidade.

“É preferível deixar a gravidade atuar, porém, por segurança, deve manter a velocidade constante. Em subidas, a dica é que o condutor deixe o veículo perder gradualmente velocidade, sem obstruir outros motoristas. Se possível, manter velocidade constante acima dos 40 km/h”.

No trânsito caótico, desligue o carro. Como os congestionamentos tomaram uma nova proporção, a dica do “Eco-Driving” é desligar o motor caso o motorista note que o carro vai ficar parado por mais de um minuto.

Cheque a pressão dos pneus mensalmente. “Pouca gente faz isso”, diz Lucas. Pneus com pressão incorreta podem se tornar os maiores consumidores de combustível no dia-a-dia do motorista comum. Quando estão abaixo da pressão, que é o mais comum, oferecem maior resistência ao movimento das rodas. Sem contar que, bem calibrados, o consumo de borracha é menor, aumentando a durabilidade dos pneus.

Não carregue peso desnecessário. Muita gente vai usando o porta-malas como uma espécie de depósito e esquece de retirar os objetos. No fim, tudo o que o carro carrega exige um dispêndio de energia para movimentá-lo, e o combustível acaba mais rápido.

Realize manutenções e revisões do manual. Um carro com a manutenção em dia contribui bastante para poluir menos e reduzir os níveis de consumo de combustível. Além disso, o motorista evita ser pego de surpresa por uma falha mecânica, que poderia ser diagnosticada previamente numa revisão.