JA731.jpgEmpresa italiana que domina o mercado europeu de "scooters", a Piaggio apresentou recentemente em Roma o MP3, sua mais nova criação. Nada mais, nada menos, que um "scooter" de três rodas.

Triciclos não são novidades, mas este da Piaggio é. Tem as duas rodas na dianteira, e não atrás, como seria mais comum supor. Como mostram as fotos, o MP3 se inclina nas curvas, acompanhando o movimento das rodas dianteiras, graças à elaborada suspensão por quadrilátero deformável acoplada a um conjunto amortecedor-mola para cada uma das rodas dianteiras.

Atrás, o esquema de suspensão é o clássico dos "scooters", com o motor e transmissão funcionando como braço oscilante, ancorado a um par de amortecedores. O chassi é tubular de aço. O nome MP3, segundo a Piaggio, é homenagem à primeira versão de sua mais ilustre criação, a Vespa, denominada então – 1946 – de MP6. Qual a vantagem desse "scooter" de três rodas? Diversão e segurança. Em primeiro lugar, fazer curvas com mais de 40 graus de inclinação com ele é literalmente para qualquer um, não sendo necessário ser um ás do guidão para tal. O limite do ângulo atingido pelo MP3 nas curvas é dado pelo cavalete, que raspa à vontade, sem abalar a estabilidade.

JA732.jpgEsta primeira versão conta com duas motorizações: um 125 e um 250 cc, ambos monocilindros 4 tempos. Na versão 250 o MP3 alcança 120 km/h de velocidade máxima, o que é bem razoável considerando a maior área frontal e peso (+20 kg) em relação a um "scooter" convencional de mesma cilindrada. Dotado de dois amplos porta-objetos capazes de abrigar dois capacetes integrais e outras coisinhas, o MP3 alia praticidade à inovação num segmento efervescente e em franca ascensão na Europa.

Detalhe curioso é a necessidade de colocar os pés no chão nas paradas, posto que, apesar de ter três rodas, o MP3 não se estabiliza sozinho. Para contornar tal "inconveniente" a Piaggio oferece uma versão do MP3 com um bloqueio hidráulico da suspensão dianteira acionável pelo piloto que, aí sim, poderá parar no semáforo sem se apoiar com os pés no solo. Com a bitola dianteira estreita, o MP3 passa nas mesmas frestas em que os grandes "scooters" de uma roda só na dianteira passam.

O MP3 pode ser o precursor de um novo nicho de mercado no sempre importante ambiente do transporte urbano individual para grandes cidades.