Um estande nos padrões do “design” italiano, dinâmico e arrojado, foi o palco escolhido pela Fiat Automóveis para expor a sua ampla gama de modelos no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt, que encerrar-se-á neste domingo.

Vamos começar por uma das novidades: o Novo Panda, um carro destinado ao segmento dos supercompactos, apresentado recentemente em Lisboa, Portugal, e que estréia para o grande público no Salão de Frankfurt. Trata-se de um veículo que por suas linhas originais expressa imediatamente dinamismo. Simpático, fácil de lembrar e reforçado pelos mais de vinte anos de sucesso do feliz modelo nascido em 1980, o nome “Panda” é um patrimônio da casa Fiat.

Realmente, é a resposta mais evoluída hoje para quem deseja um veículo de dimensões externas reduzidas, dotado do conforto dos carros maiores; projetado para gastar pouco, mas não por isso menos brilhante; ideal no trânsito da cidade e ao mesmo tempo perfeito nos trajetos mais longos, garantindo sempre viagens tranqüilas a seus ocupantes.

De fato, o Novo Panda é um carro destinado a nos surpreender continuamente por sua capacidade de transformar-se conforme as situações e as exigências de quem o dirige. Os motores são brilhantes no desempenho e com baixo consumo de combustível (estão entre os melhores desta faixa), o que representa uma ótima solução tanto para o uso na cidade quanto para estrada. Entre os motores brilha o revolucionário 1.3 16V Multijet de 70 cv, que oferece a melhor tecnologia entre os pequenos turbodiesel.

Aos propulsores estão acoplados câmbios confiáveis e inovadores, como o Dualogic. Ainda mais, o novo “city-car” Fiat é o supercompacto mais seguro de toda a categoria. Mérito dos muitos e sofisticados dispositivos e sistemas adotados para a segurança preventiva, ativa e passiva.

Por exemplo, o Novo Panda é o único veículo de sua categoria que tem 99% da superfície interna revestidas. E não é só isso. O novo supercompacto da Fiat superou os testes mais severos para garantir a máxima proteção dos passageiros e do motorista. O interior do Novo Panda pode alojar de quatro a cinco pessoas e tem um dos melhores coeficientes de habitabilidade global do segmento, de mais de 68%. O novo modelo é um carro ideal para a cidade, mas ao mesmo tempo capaz de enfrentar comodamente percursos longos. (BN)