No Salão do Automóvel de Tóquio 2009 (Tokyo Motor Show 2009), entre os dias 21 de outubro e 4 de novembro, um dos modelos de destaque da montadora japonesa será o Land Glider, protótipo 100% movido a eletricidade.

Mas no pequeno modelo empurrado por dois motores traseiros alimentados por baterias de íon de lítio montadas debaixo do assoalho, o que chama a atenção não é o lado ecologicamente correto.

É que com estreitos 1,1 metro de largura, o Land Glider mais se parece com uma motocicleta fechada do que com um automóvel. A principal característica do veículo é que, apesar de ter quatro rodas, se inclina para dentro das curvas como uma moto ou bicicleta.

Seus pneus podem se inclinar até 17 graus nas curvas. Outras vantagens incluem dois mostradores de informações, um banco do passageiro traseiro e estofamento de couro Premium.

Outra peculiaridade do curioso do estudo futurista é a direção ‘drive-by-wire’, conduzida por meio de um “joystick” e sem conexão mecânica com as rodas.

O Land Glider pode transportar duas pessoas, bem protegidas do frio ou da chuva e, como ocupa pouco espaço nas ruas -tem apenas 3,1 metros de comprimento e 1,1 metro de largura-, pode ser uma boa alternativa para andar nas ruas congestionadas das grandes cidades. Enquanto a produção não é planejada, a Nissan, afirma que o Glider Land “dá uma clara idéia de como um futuro carro pequeno da Nissan poderá ser.”