enkontra.com
Fechar busca

Automóveis

Lataria do seu automóvel com cara de nova

Com uma técnica do Japão já é possível devolver ao carro uma nova aparência

  • Por João Carlos Fadino

Com o passar dos anos e sofrendo a ação do tempo, a lataria dos automóveis acaba se deteriorando e vai perdendo o brilho. Porém, com uma técnica importada do Japão, conhecida por vitrificação, já é possível devolver ao carro uma nova aparência. “É como se o veículo recém tivesse deixado a loja”, diz Volney Darcy Bernardes, diretor do Garret Centro de Reparação de Veículos.

De acordo com Garret, esta técnica consiste num revestimento de resina de sílica vítria de polissilazano aplicado sobre o verniz, que protege e revitaliza a pintura do veículo.

A proteção, desenvolvida pela Three Bond do Japão, dura até três anos e impede que agentes danificadores como poluição, maresia, intempéries climáticas e oleosidade causada por sprays de outros carros prejudiquem a pintura. O produto é autolimpante, pois repele a água com ajuda do vento. Assim o carro precisa ser lavado com menos frequência. Para condicioná-lo só é preciso lavar com água e sabão neutro.

Os preços desses serviços são de R$ 300 para carros pequenos, R$ 350 para um carro médio (sedã) e R$ 480 para carros grandes como um Ford Fusion. Para caminhonetes o custo é de R$ 700. “As vantagens da vitrificação estão em proteger a pintura, que está muito exposta à ação do tempo. Por outro, lado as pessoas fazem tratamentos caseiros, com ceras de supermercado à base de silicone e querosene que com o tempo vão tornando a pintura fosca”, explica Garret. Lembrando que quanto melhor a conservação da pintura, maior será o valor de revenda de um veículo.

Outra técnica de estética veicular é a cristalização: a aplicação de um produto autolimpante que impermeabiliza o para-brisa evitando que a água fique alojada. Isso evita que se formem manchas que afetam a visibilidade. É anti-embaçante e assim como a vitrificação é um produto à base de nanotecnologia.

Já o preto fosco, moda recente no Brasil, é uma plotagem adesiva aplicada na lataria que não prejudica a pintura. Dura de sete a dez anos. Há também a revitalização das partes plásticas do carro, como frisos e o painel. Para isso é usado um produto que não é à base de silicone. Ele seca instantaneamente e dura por 12 meses.

Conservação de interiores

A parte interna dos veículos também merece cuidados na conservação. “O interior do carro é tão importante quanto o motor do carro, pois é onde fica o motorista”, diz Garret. A impermeabilização evita a infiltração de líquidos nos estofamentos, tecidos e forrações no interior do automóvel. Dura 12 meses e preserva os tecidos. Para o couro existe a hidratação, que restaura o aspecto de novo e evita o ressecamento, prolongando a durabilidade. Ele alerta que jamais se deve usar cera no couro automotivo, seja ele natural ou sintético.

Serviço

Garret Centro de Reparação de Veículos, Rua Dep. Waldemiro Pedroso, 244, Novo Mundo, (41) 3026-5155.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas