enkontra.com
Fechar busca

Automóveis

Kombi futurista dá prêmio a estilista brasileiro da VW

  • Por Redação O Estado Do Paraná

Luiz Alberto Veiga, gerente executivo de Design e Package da Volkswagen do Brasil, e chefe da equipe de designers que criou o VW Fox, foi o vencedor do 5.º Concurso de Design Internacional da revista americana Motor Trend. Veiga foi eleito o vencedor na categoria Designer Profissional com o projeto W@gon, uma Kombi futurista, baseada no ícone da VW. A entrega do prêmio aconteceu no Salão Internacional da Califórnia.

O concurso deste ano desafiou designers profissionais, amadores e alunos a criarem carros do ano 2020, a partir de modelos fabricados em qualquer momento da história e de qualquer marca. O editor executivo da Motor Trend, Matt Stone, conta que desenvolveu o tema com base no imenso apelo da indústria de peças de reposição e serviços de pós-venda e na popularidade do recente filme “Velozes e Furiosos”.

A partir do tema, os designers selecionaram a marca e o modelo de carro e então incorporaram temas modernos para criar uma versão do veículo do ano 2020. A apresentação incluiu três perspectivas, inclusive um desenho de interior que identifica a instrumentação e os comandos do motorista e uma breve sinopse com especificações técnicas e conceituais do modelo.

Por ser um carro extremamente versátil e com um amplo espaço interno, a Kombi foi o modelo escolhido por Veiga. “Além da facilidade de criação por suas características, a Kombi é um ícone nos Estados Unidos, e especialmente na Califórnia onde carros versáteis e espaçosos são uma coqueluche”, ressalta Veiga. O chefe design da Volkswagen concorreu com mais de 250 participantes elegíveis de todo o mundo.

Veiga apresentou duas versões para sua W@agon: uma “vintage”, um carro de construção convencional de carroceria de alumínio, motor de Porsche e tração integral. E uma versão digital, muito mais ousada, equipada com 4 motores elétricos e com carroceira de bio-plástico, seria na realidade um simulador de automóveis com mecânica “drive by wire” toda computadorizada.

“Dentro desse conceito seria possível simular vários pré-sets de diferentes carros. Por exemplo, no pré-set de uma limousine, o carro seria muito “soft”, com ruído (falso) de um motor V8 abafado, rodar macio e amplo conforto. Se a escolha fosse por uma Ferrari, o veículo mudaria de atitude: ficaria mais ruidoso e com muitas vibrações e o barulho do motor – simulado dentro da cabine ou para fora, caso queira incomodar vizinhos – seria altíssimo e agudo – tal qual uma Ferrari. Mas em outro extremo o som poderia simular o ruído de um harmônico violoncelo”, explica Veiga.

De acordo com o designer da VW, a W@gon é uma proposta de pura emoção, sem limites, pois nada é impossível. Na parte traseira do modelo, por exemplo, poderia ter uma espécie de “lounge” com música, filmes, Internet e outros tipos de uso, de acordo com a criatividade e necessidade do dono do carro.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas