No próximo dia 22, o novo Picanto, agora flex fuel, começa a ser vendido nas concessionárias da marca no País, em quatro versões de acabamento, com transmissões mecânica e automática, com preços ao consumidor entre R$ 34,9 mil e R$ 44,9 mil.

Trata-se de um dos carros compactos mais aguardado pelo mercado brasileiro. O novo Picanto vem equipado com motor de 3 cilindros, 1.0 litro, 12 válvulas CVVT, com potência  de 80 cv a 6.200 rpm, 16 cv a mais que a geração anterior, e torque de 10,2 Kgm a 4.500 rpm, com transmissão mecânica de 5 marchas e automática de 4.

A versão de entrada do novo Picanto, com câmbio manual, “airbag”, freios a disco ventilados nas rodas dianteiras e tambor nas traseiras, direção elétrica progressiva, ar condicionado manual, radio com controle no volante (CD Player, MP3, entrada USB e para iPod), controle remoto de travamento das portas, faróis de neblina, vidros elétricos e abertura “one touch” para o motorista, rodas de liga de 14″, imobilizar, espelho retrovisor externo elétrico e setas em LED, odômetro digital e ” eco driving mode”, banco traseiro rebatível e bipartido e revestimento de couro no volante e na alavanca de câmbio, vai custar R$ 34,9 mil, apenas R$ 1 mil mais em relação ao modelo da geração anterior.

Pelo preço de R$ 39.900,00 a segunda versão do novo Picanto com câmbio mecânico traz, além de todos os “features” mencionados da anterior, teto solar, “airbag” lateral e de cortina, iluminação nos espelhos do para-sol e lâmpadas LED nos faróis dianteiros e traseiros. As duas versões do novo Picanto, com transmissão automática, têm preços estabelecidos – respectivamente – em R$ 39,9 mil e R$ 44,9 mil.