enkontra.com
Fechar busca

Automóveis

Kangoo 2003 mudou

  • Por Redação O Estado Do Paraná
Novo Kangoo não tem data para chegar ao Brasil.

Depois do Scénic II e do Mégane Coupé-Cabriolet, a montadora francesa também investiu no segmento dos pequenos utilitários com a chegada do Kangoo reestilizado.

Lançado há seis anos, o Renault Kangoo foi inovador dentro do segmento de utilitários e minivans. Agora a história do carro ganha mais um capítulo na exposição suíça, local escolhido pela montadora francesa para a apresentação da versão reestilizada da multivan.

Entre as mudanças externas, merece destaque o novo conjunto ótico que dá um visual mais sério ao modelo diante da irreverente frente antiga, a grade dianteira e pára-choques. Internamente, o automóvel traz novos bancos, aumentando o conforto dos passageiros, e um número maior de porta-objetos localizados em todo o carro. Também chama a atenção o novo painel, que ganhou mais espaço no porta-luvas e reentrâncias para guardar pequenos objetos.

A tecnologia chegou de vez ao Kangoo, que passa a contar com freios ABS (antitravamento), EBD (controle de distribuição de frenagem) e EBA (sistema de monitoramento dos freios).

O novo Kangoo vai ser produzido no complexo industrial de Maubeuge, na França, que já colocou no mercado cerca de 1,2 milhão de unidades (incluindo a versão Express).

Além do visual renovado, a gama de motores que equipa o Renault Kangoo, na Europa, também ganhou dois novos membros: trata-se do 1.6 16V de 95 cv de potência, que atinge velocidade máxima de 162 km/h. O consumo médio fica em 12 km/l, e o câmbio dessa versão é um automático de 5 velocidades. Além disso, o propulsor a diesel 1.5 dCi de 80 cv, presente no Mégane II, foi adaptado e também equipa o Kangoo 2003.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas