Mais de 20 mil pessoas estiveram presentes ao Aeroporto Municipal Tancredo Thomas de Faria, em Guarapuava (PR), no fim de semana (21, 22 e 23/8), para assistir a primeira etapa do RallyAir – Campeonato Brasileiro de Rally Aéreo. O evento contou com a participação de 42 aeronaves e foi disputado em três categorias (14 Bis, Demoiselle e P-47).

Participaram equipes de 16 cidades diferentes, oriundos dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Ao todo, foram utilizados 1.500 litros de combustível, no abastecimento das aeronaves que disputaram o RallyAir.

O número de aeronaves inscritas só não foi maior, porque o mau tempo na manhã de sábado (22/8) impediu a decolagem de mais de 30 equipes, das cidades de São Paulo, Bragança Paulista e Curitiba.

No resultado final da primeira etapa do RallyAir os três primeiros por categoria foram: 14 Bis: 1.º) Andressa Iongblod/Marcos Keidy Okabe, 2.560 pontos perdidos; 2.º) Lucas Schwalb/Marcelino Vieira, 2.986 pp; e 3.º) Alex Vieira da Silva/Thiago Granado Souza, 3.058 pp.

Demoiselle: 1.º) Cássio Lisandro Telles/Luiz Alberto Zanchettin, 145 pp; 2.º) Humberto Giovenardi/José Pinheiro, 1.018 pp; e 3.º) Edgard Niclewicz Filho/Vitor Vincentin, 1.732 pp. E na P-47: 1.º) Guinter Stefan Duch/Walter Milla, 2.110 pp; 2.º) Samuel Pires/Lucas Daleffe, 4.090 pp; e 3.º) Abdul/Luciano Daleffe, 31.861 pp.

Entre as aeronaves que participaram do RallyAir estavam os modelos Cessna, Piper, Flyer, Cherokee, Eagle, Corisco, Bonaza, Super Coyote, Beechcraft, Sêneca, Arrow, Ximano e Aero Boero.

As atrações para o público da primeira etapa foram o piloto Paulo Medina, com seu espetacular show de acrobacias aéreas e dezenas de pára-quedistas da Ordem dos Para-quedistas Santos Dumont e do Clube de Para-quedismo de Pato Branco, que realizaram saltos profissionais e promoveram um curso durante o evento. A próxima etapa está marcada para os dias 18, 19 e 20 de setembro, em São Carlos (SP).