Estão chegando às autorizadas, a linha 2011 dos Chevrolet Celta e Prisma com modificações de conteúdo que os deixarão, de acordo com a GM do Brasil, mais competitivos no mercado brasileiro.

Agora o Prisma 1.4 Econo.Flex passa a ser comercializado apenas na versão Maxx, com cinco configurações, enquanto o Prisma 1.0 VHCE é disponível somente na versão Joy e com quatro diferentes configurações.

Além disso, os preços foram reposicionados. Com isso, a linha 2011 passou a custar, em média, 5% a menos em relação aos modelos 2010. Exemplo é a configuração do Prisma 1.4 Maxx, equipado com ar-condicionado e direção hidráulica, cujo preço sugerido passou de R$ 37.997,00 para R$ 36.074,00.

Todos os modelos 1.4 Maxx, inclusive as configurações básicas, têm maçanetas externas da cor do veículo, molduras das saídas de ar e sistema de recirculação, molduras de acabamento e portas na cor Matt Chrome (aparência de cromado), tecidos com grafismos Belushi nos bancos e portas e painel de instrumentos diferenciado.

Novo tom de preto também agora é disponível para o Celta e Prisma 2011, em substituição ao preto Liszt.

A nova cor é utilizada globalmente pela General Motors Company. Não houve mudanças nas motorizações 1.0 e 1.4.

O motor 1.0 Flexpower VHCE, que equipa tanto o Celta quanto uma das versões do Prisma, está entre os melhores da categoria.

Com esta motorização, os modelos desenvolvem 78 cavalos de potência e tem 9,7 kgfm de torque, quando abastecidos com o etanol. Com gasolina, eles desenvolvem 77 cavalos de potência e oferece 9,5 kgfm de torque.

O Chevrolet Prisma Maxx vem equipado com o também eficiente motor 1.4 Econo.Flex, um dos mais modernos em sua categoria. Ele conta com potência de 97 cv a 6.200 rpm quando abastecido com etanol e 95 cv a 6.000 rpm na utilização de gasolina. Seu torque é de 13,7 kgfm a 2.800 rpm, utilizando-se etanol, e de 13,2 kgfm a 2.800 rpm, com gasolina.

O motor 1.4 Econo.Flex utiliza o conceito “VHC” (Very High Compression), patente exclusiva da General Motors, que permite seu funcionamento em regime de elevada taxa de compressão, resultando num motor 1.4 de alto desempenho, o aspirado mais potente do mercado.

Outra inovação deste motor está em sua nova calibração, que permite a partida em temperatura ambiente de até oito graus Celsius, sem o auxílio da injeção de gasolina.