O Insurance Institute for Highway Safety (IIHS), instituto norte-americano especializado em seguranças nas rodovias, revelou uma nova metodologia de crash test, que julga o comportamento dos carros em grandes colisões. O teste chamou atenção ao constatar que os mais procurados sedans de luxo não protegem adequadamente o motorista durante certos tipos de falhas.

O Acura TSX 2012, BMW Serie-3 2012, Lincoln MKZ 2012 e Volkswagen CC 2012 foram todos considerados “marginais”, enquanto o Audi A4 2012, Lexus ES 2012, Lexus IS 2012, e Mercedes-Benz Classe C 2012 foram chamados de “pobres” pelo grupo de testes. O novo teste foi desenvolvido para simular os efeitos de bater em uma árvore ou poste a 40 quilômetros por hora, mas ao invés de atingir o objeto na direção do motor, o IIHS desenvolveu um método que só afeta um quarto da extremidade dianteira do carro. Estes tipos de colisões são particularmente perigosas, com o impacto, muitas vezes, perdem as estruturas de absorção de energia incorporadas na moldura do carro.

“Estas são falhas graves, e nosso novo teste reflete isso”, disse o presidente IIHS Adrian Lund, em comunicado. “A maioria das montadoras projetam seus veículos para os nossos teste frontal e teste da NHTSA de largura total frontal, mas acidentes de pequenas proporções não são considerados. Esperamos que o nosso novo programa de classificação mude isso.”

Marketing negativo

A nova série de testes incomodou muito as montadoras de luxo como Audi, BMW e Mercedes cujos veículos não saíram tão bem na classificação final. Dos veículos testados pelo IIHS o Volvo S60 e o Acura TL foram os únicos classificados com “bom” desempenho, esses provavelmente terão prazer em manter a reputação no quesito segurança.O sedã Infiniti G foi considerado “aceitável”.

Os itens mais destacados pelo instituto para certificar a segurança dos passageiros neste tipo de impacto foram os aibags laterais e de cortina. Pois em colisões com velocidade até 40 km/h, os airbags frontais podem desviar da direção da pessoa, deixando-a totalmente desprotegida. Os sedãs de porte médio Honda Accord e Toyota Camry serão os próximos modelos a serem avaliados neste novo teste do IIHS.