Depois do A3 Sedan e do utilitário Q3, mais um modelo da Audi poderá ser produzido na unidade de São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, compartilhada com a Volkswagen. A marca premium apresenta o SUV compacto Q2 no Salão do Automóvel de Genebra, que acontece até o próximo dia 13.

O objetivo da montadora é explorar o segmento que mais cresce no mercado mundial, principalmente no Brasil, e torná-lo um best sellers em vendas. A Audi ainda não confirmou a fabricação por aqui, mas, segundo o site UOL, a montadora trará novidades sobre a planta paranaense ainda nesta semana.

O objetivo da montadora é explorar o segmento que mais cresce no mercado mundial.

Feito sobre a multi plataforma MQB (a mesma de Golf, Passat, A3 e A4), o suvinho será produzido inicialmente em Ingolstadt , na Alemanha, com motores 1.0 de três cilindros turbo (TFSI), de 116 cv, usado pelo A1 alemão, e opções para o mercado europeu dos blocos a gasolina e a diesel, com potência de até 190 cv e tração dianteira ou integral quattro.

O carro possui 4,19 m de comprimento, 2,60 m de entre-eixos, 1,51 m de altura e 1,79 m de largura, o que significa um porte semelhante ao do HR-V (4,29 m de comprimento, 2,61 m de entre-eixos, 1,58 m de altura e 1,78 m de largura). A altura um pouco menor se explica pelo perfil mais esportivo, típico da marca. No porta-malas há espaço para 405 litros de bagagem (HR-V tem 437 l) , alcançando 1.050 l com rebatimento dos bancos. Com o Q2, a Audi passa a explorar um em subsegmento (de crossovers e SUVs compacto) que os rivais premium não atuam, no caso de BMW e Mercedes-Benz. Traduzindo, o sucesso nas vendas é praticamente certo já que não haverá uma concorrência direta.

 carro possui 4,19 m de comprimento, 2,60 m de entre-eixos, 1,51 m de altura e 1,79 m de largura.

O segmento no qual se encaixa o Q2 virou a bola da vez no mercado mundial. Além da Audi, a Toyota também mostra seu representante em Genebra, o C-HR, que começa a ser produzido em 2017 e com chances de também ganhar a cidadania brasileira. Assim, num futuro próximo teremos a categoria mais concorrida do mercado nacional, hoje dominada pelos fenômenos de vendas Honda HR-V e Jeep Renegade, e ainda com a participação dos veteranos Ford EcoSport e Renault Duster, o Peugeot 2008, e os chineses Lifan X60, JAC T5 e Chery Tiggo. Até o fim do ano estreia o Nissan Kicks e a Hyundai também estuda trazer o ix25 em breve.

Visual

A Audi pertence ao Grupo Volkswagen, o que possibilita não só compartilhar plataforma e motor, mas ainda buscar inspiração em projetos de outras marcas do grupo. A traseira, por exemplo, traz vincos e desenho das lanternas tirados do Polo europeu – o hatch também serviu de base para o novo Gol brasileiro, que chega às lojas na segunda quinzena de março.
Por dentro, o acabamento segue o padrão da Audi, com o painel idêntico ao do irmão maior Q3. O quadro de instrumentos é o mesmo do TT, todo digital e que reúne informações do carro e de celulares conectados.

As vendas do Q2 na Europa estão previstas para começar no fim deste ano, com preço inicial estimado em 20 mil euros (R$ 85,5 mil), preço intermediário entre A3 e o Q3.

As vendas do Q2 na Europa estão previstas para começar no fim deste ano, com preço inicial estimado em 20 mil euros (R$ 85,5 mil).