A ABRACICLO (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) participa da 10ª Edição do Salão Duas Rodas, que acontece até o dia 12 de outubro, no Pavilhão de Exposições Anhembi, em São Paulo, como maior apoiadora do evento que reúne fabricantes, comerciantes e consumidores.

No estande da entidade, os visitantes podem assistir ao vídeo institucional da associação e ter acesso a informações do setor. Ainda no espaço reservado à Abraciclo, os representantes das associadas podem usufruir de uma área dedicada ao fechamento de negócios e assuntos pertinentes ao ambiente corporativo.

Ao todo, as fabricantes que fazem parte da entidade somam 98% da produção nacional e figuram em quarto lugar como as maiores produtoras mundiais de motocicletas, atrás de China, que lidera o grupo, Índia e Indonésia.

No segmento de bicicletas, as empresas também não ficam atrás e ocupam a 3ª colocação no “ranking” das principais fabricantes. Para a legítima representante do setor de duas rodas, a participação e, principalmente, o apoio ao evento são muito importantes, pois todas as empresas associadas estão presentes no local, num momento muito especial: a retomada do crescimento após os reflexos da crise econômica.

Mas no final do terceiro trimestre, o segmento voltou a respirar e se prepara para apresentar todas as inovações tecnológicas alcançadas em 2009 na feira, desde a adequação às regras do PROMOT III, Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares, que exige que as motos saiam de fábrica com o mesmo nível de emissões dos automóveis, até a obrigatoriedade da Inspeção Veicular, transformações que visam melhorias para o meio ambiente.

Para Paulo Shuiti Takeuchi, presidente da Abraciclo, o Salão Duas Rodas vem coroar todas as conquistas do setor neste ano. “As motocicletas são meios de transporte ágeis e eficientes, que agora trazem inovações tecnológicas como a moto bicombustível e lançamentos como os freios ABS. Essas novidades, somadas à recuperação do setor, demonstram que estamos indo no caminho certo, na direção do crescimento”, afirma.