A partir do mês de junho, os servidores públicos federais de todo o país poderão conferir em seus contra-cheques um aumento salarial de até 13,23%. Os aumentos irão variar de 1% a 13,23%, dependendo das categorias do funcionalismo federal e dos respectivos períodos acumulados de perdas salariais. Enquanto os ministros de estado receberão apenas um ajuste linear de 1% – concedido a todos os funcionários públicos, inclusive do Legislativo e Judiciário – os funcionários de nível auxiliar, cujo piso salarial é de aproximadamente R$ 450, receberão um aumento máximo de até 13,23%.