A Comissão de Educação e Cultura vai realizar audiência pública para lançar o novo material didático do programa "Procel nas Escolas ? A Natureza da Paisagem ? Energia", desenvolvido pela organização não-governamental Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente (Cima), e adotado pelo setor elétrico e educacional brasileiro.

O Procel nas Escolas tem por objetivo capacitar professores dos níveis fundamental e médio para desenvolverem ações de uso racional e combate ao desperdício de energia, abordando aspectos da qualidade de vida e mudanças de hábito quanto ao consumo de energia elétrica.

O programa é desenvolvido pelas concessionárias de energia elétrica, que recebem do Procel treinamento específico para o trabalho, e, em seguida, estabelecem, com as secretarias de Educação municipais e estaduais convênios para a implementação do projeto. As escolas devem se dirigir às secretarias para participar do projeto.

De acordo com a autora do requerimento, deputada Maria do Rosário (PT-RS), o programa de educação já atingiu 16 mil escolas, 15 milhões de alunos e 40 mil professores.

Combate ao desperdício

Criado em 1985, o Procel tem como principal objetivo a racionalização da produção e do consumo de energia elétrica, para que se eliminem os desperdícios e se reduzam os custos e os investimentos setoriais. O programa é gerido por uma secretaria executiva subordinada à Eletrobrás e, além dos recursos da estatal, é financiado pela Reserva Global de Reversão ? fundo federal constituído com recursos das concessionárias ?, e verbas de entidades internacionais.