Último boletim da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), divulgado em seu site às 14h40 desta sexta-feira (6), indica que os atrasos de vôos diminuíram na maioria dos aeroportos do País. A situação mais complicada era no Aeroporto internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, com sete atrasos, entre chegadas e partidas, e 17 vôos cancelados.

Segundo a Infraero, os outros aeroportos apresentavam situação mais tranqüila. Até às 14h40, havia no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, um vôo atrasado e dois cancelamentos. Situação bem diferente da verificada hoje às 10h, onde havia 45 vôos fora de horário e 29 cancelamentos.

No Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, que também mostrou grande número de atrasos hoje pela manhã, às 14h40 já não registrava nenhum fora do horário previsto. O Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, tinha três vôos atrasados às 10h e, de acordo com o último boletim, apresentava apenas um vôo atrasado. Os aeroportos Afonso Pena, de Curitiba, o de Florianópolis e o Salgado Filho, em Porto Alegre, não registravam nenhum vôo fora de horário até às 14h40.

Congonhas e Rio

No terminal do Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, apenas o vôo da companhia Gol vindo de Porto Alegre estava fora de horário. Segundo o site, a aeronave deveria ter pousado às 13h50 mas está confirmada para chegar às 14h55.

O Aeroporto Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, mostrava apenas um vôo fora de horário, o da companhia Gol, vindo de Florianópolis, estava previsto para chegar às 18h30, mas só chegará no Rio às 22h30.