Apesar de não ter feito uma grande partida, o Atlético-MG venceu o Flamengo por
3 a 1, na tarde deste domingo, no Mineirão, em partida válida pela 10ª rodada do
Campeonato Brasileiro. Os gols que deram a vitória ao time mineiro, a primeira
depois de oito partidas, foram marcados por Marques, Fábio Júnior e Luís Mário –
Obina descontou.

Mesmo com a vitória em casa, o Atlético-MG ainda
continua na penúltima colocação do Brasileiro, agora com oito pontos – só está
na frente do Atlético-PR. Já o Flamengo, com 9, entrou na zona do rebaixamento
do campeonato.

Protagonistas de duelos memoráveis nos anos 80, Atlético e
Flamengo entraram em campo buscando a competição. Os mineiros não venciam há 8
jogos, enquanto os cariocas somaram agora a 6ª partida sem
vitória.

Jogando em casa, com o apoio do torcedor, o Atlético partiu para
o ataque. Mas não conseguiu superar a defesa do adversário, que limitava-se a
marcar, saindo apenas nos contra-ataques.

As melhores chances de gol do
Atlético aconteceram nos últimos cinco minutos do primeiro tempo. Aos 42, Fábio
Baiano acertou o travessão do goleiro Diego em cobrança de falta. Logo em
seguida, aos 44, Euller invadiu a área e foi derrubado por Diego. O árbitro
Washington José Alves de Souza marcou pênalti. Marques cobrou e fez 1 a 0 para o
time da casa.

Na segunda etapa, o Flamengo melhorou e foi em busca do
empate. E logo conseguiu. Aos 4 minutos, Renato chutou de fora da área com o pé
esquerdo. O goleiro Danrlei falhou no lance e soltou a bola nos pés do atacante
Obina, que marcou o gol.

Precisando da vitória, o técnico Tite colocou o
Atlético no ataque: trocou os dois laterais pelos atacantes Luís Mário e Fábio
Júnior. Deu certo. Aos 32 minutos, o time mineiro fez 2 a 1: depois do
cruzamento de Luís Mário, Marques subiu mais que a defesa e cabeceou no
travessão; no rebote, Fábio Júnior, que tinha acabado de entrar em campo, marcou
o gol.

Depois, aproveitando o desespero do Flamengo, o Atlético ainda
conseguiu ampliar. Aos 39 minutos, Marques fez grande lançamento para Luís
Mário, que dominou a bola, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Diego: 3 a
1.