Arquivo / O Estado
Arquivo / O Estado

O atacante Fernando Mineiro é um
dos destaques do Atlético na Copa
São Paulo de Futebol Júnior.

Se pênalti é loteria, a equipe de juniores do Atlético pode se considerar milionária. Pela terceira vez consecutiva na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Furacãozinho eliminou o adversário nas cobranças de penalidades. Na tarde deste sábado (20), o time comandado pelo técnico Leandro Niehues chegou a abrir vantagem de dois gols sobre o Bahia, mas cedeu o empate no final da partida. Nos pênaltis, mais uma vez o Rubro-Negro contou com a sorte e se classificou para a semi-final da Copinha.

Jogando na cidade de Cerquilho, o Atlético fez um bom primeiro tempo, abrindo o marcador aos 38 minutos, com um belo gol do lateral Robert. Mesmo com um certo domínio territorial do Rubro-Negro, foi o Bahia quem assustou, tendo um gol anulado pelo árbitro.

O Furacão ampliou ainda na primeira etapa, com um gol contra do zagueiro Neves.

No segundo tempo, o Atlético ficou com um jogador a mais em campo, porém não soube aproveitar as inúmeras oportunidades de matar o jogo, dando brechas para os contra-ataques do adversário.

O Bahia chegou ao empate através dos pés do atacante Anselmo. Ele descontou aos 19 minutos e igualou o placar aos 44.

Nas penalidades, o Atlético teve competência para converter todos as cobranças. Já a equipe baiana desperdiçou por duas oportunidades.

Na próxima fase da competição, o Atlético deve enfrentar o vencedor do confronto entre São Paulo e Fluminense, que será disputado neste domingo, na cidade de São Carlos.