Em situações opostas, Liverpool e PSV Eindhoven se enfrentam hoje, no Estádio Philips, em Eindhoven, na partida de ida das quartas-de-final da Liga dos Campeões.

A equipe inglesa chega ao duelo embalada pela vitória por 4 a 1 sobre o Arsenal, pelo Campeonato Inglês, com atuação magistral do atacante Peter Crouch, que marcou três gols, e ajudou a equipe a chegar à terceira colocação na competição.

Na partida do fim de semana, o treinador espanhol deixou no banco Steve Finnan e Sami Hyppia, que podem retornar ao time nesta terça-feira.

A equipe inglesa não contará com o espanhol Luis García e o meia Sissoko. O atacante galês Bellamy, que lesionou o tornozelo durante partida válida pelas eliminatórias da Eurocopa, é outro possível desfalque.

Já o PSV vem de um empate em 1 a 1 com o fraco NAC Breda, que fez com que sua vantagem na liderança do Campeonato Holandês diminuísse para três pontos, frente ao Ajax.

A principal baixa do PSV para a partida desta terça é a do atacante marfinense Arouna Koné, cortado por problemas no joelho. Outra dúvida é o mexicano Carlos Salcido, que reclamou de dores no quadril após a partida contra o NAC.

Mais uma vez, o trunfo do PSV para chegar à vitória será seu poderoso ataque, formado pelo experiente Kluivert e pelo peruano Farfán, que marcou o gol da equipe no empate do último fim de semana.

"Reconheço que não estamos em nosso melhor momento, mas não nos damos por derrotados. Vamos lutar contra um grande clube, como o Liverpool, mas temos chances, e é preciso aproveitá-las ao máximo", afirmou o treinador Ronald Koeman.