Mesmo apoiando o candidato tucano à presidência da República, Geraldo Alckmin, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, participou hoje de evento ao lado do adversário do tucano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em visita a Cabangu, onde fica o museu com o acervo de Alberto Santos Dumont. Lula e Aécio acompanharam as comemorações pelos 100 anos do primeiro vôo do 14 Bis, em Paris. Até a véspera, o PSDB mineiro afirmava que Aécio não participaria do evento

O presidente do diretório nacional tucano, Nárcio Rodrigues, afirmara que o governador não iria ao museu, mas à noite a assessoria de imprensa do governo estadual confirmou a presença de Aécio no evento. "Não é porque alguém é meu adversário, que tem todos os defeitos, e não é porque alguém é meu aliado, que tem apenas virtudes", afirmou Aécio, negando estar constrangido com o episódio

Após conhecer as obras de construção de um novo pavilhão do museu, o presidente Lula dirigiu-se ao Tangará Tênis Clube, no centro da cidade, onde receberá o Grão-Colar do Mérito de Cabangu.