O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não deverá anunciar os nomes que irão compor seu ministério antes de comunicar a decisão à executiva nacional do Partido dos Trabalhadores. A informação foi dada agora há pouco por Gilberto Carvalho, assessor de agenda de Lula. A reunião da executiva deverá ocorrer nesta sexta-feira, um dia antes do encontro do diretório nacional do partido, no próximo sábado. A data da reunião da executiva deverá ser definida até o final da tarde de hoje.

Amanhã, Lula embarca para Brasília, onde cumprirá um série de compromissos. O primeiro será às 15h e se trata de uma reunião com o presidente da Confederação Andina de Financiamento.

Segundo Gilberto Carvalho, essa Confederação deverá anunciar algum empréstimo ao País. Após esta reunião, Lula se encontrará com os presidentes do Paraguai, Uruguai, Bolívia e Venezuela. À noite, a convite do presidente Fernando Henrique Cardoso, Lula participará do jantar da Cúpula do Mercosul.