A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta quinta-feira (1.º) os índices definitivos de reajuste das tarifas de sete distribuidoras de energia que atuam em municípios do interior de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e da Paraíba. Na terça-feira, a agência havia calculado índices preliminares para os reajustes dessas empresas, pois ainda precisava incluir no cálculo a variação fechada do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) de janeiro.

Para a Companhia Jaguari de Energia, que distribui energia nos municípios paulistas de Jaguariúna e Pedreira, a Aneel determinou uma redução de 4,54% nas tarifas residenciais e um aumento de 2,29% nas contas das indústrias. O reajuste começará a valer no próximo sábado, dia 3.

No caso da Companhia Luz e Força Mococa, as tarifas dos clientes residenciais terão um aumento de 10,47%. Já as indústrias atendidas pela empresa pagarão 14,28% a mais pela energia. A empresa abastece o município paulista de Mococa e mais três cidades mineiras. O reajuste começa a valer no sábado.

A Aneel também determinou à Companhia Paulista de Energia Elétrica uma redução de 0,99% nas tarifas dos clientes residenciais. Para as indústrias, a conta terá um aumento de 1 46%. As novas tarifas também começam a valer no próximo sábado. A empresa leva energia a municípios do interior de São Paulo como São José do Rio Pardo e Divinolândia.

Para a Companhia Luz e Força Santa Cruz foi autorizado reajuste de 0,69% para os clientes residenciais e de 6,69% para os industriais. As novas tarifas também entram em vigor no sábado. A Santa Cruz abastece mais de 165 mil unidades de consumo em 24 municípios do interior paulista e em três do Paraná.

No caso da Companhia Sul Paulista de Energia, a Aneel determinou redução de 0,17% nas tarifas residenciais e aumento de 5,56% nas industriais, a partir de sábado. A empresa distribui energia a mais de 64 mil unidades de consumo em municípios do interior de São Paulo como Itapetininga e São Miguel Arcanjo.

A Aneel também autorizou reajuste de 12,09% nas tarifas residenciais da Companhia Força e Luz do Oeste. Os clientes industriais da empresa pagarão 21,20% a mais pela energia. As novas tarifas começarão a valer no sábado. A empresa atua no município paranaense de Guarapuava.

Para a Companhia Energética de Borborema, que abastece mais de 140 mil unidades de consumo em municípios paraibanos como Campina Grande e Lagoa Seca, a Aneel autorizou redução de 4,63% para os clientes residenciais e aumento de 1,77% para os industriais. As novas tarifas entrarão em vigor no próximo domingo, dia 4.