A ampliação da área em estado de emergência sanitária em Mato Grosso do Sul é uma ação preventiva informou o Ministério da Agricultura. Segundo o Departamento de Saúde Animal (DSA), não há suspeita de aftosa nos municípios de Tacuru e Sete Quedas, que ontem entraram em estado de emergência. No entanto, como eles estão na região afetada, é preciso tomar medidas urgentes para evitar a chegada do vírus. O estado de emergência facilita essas providências, pois deixa os governos livres dos trâmites burocráticos normalmente exigidos para, por exemplo, comprar medicamentos e equipamentos.