O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim participa amanhã (28), em Paris, da Conferência Ministerial sobre Fontes Inovadoras de Financiamento do Desenvolvimento. O evento será aberto pelo presidente Jacques Chirac e contará com a presença do Secretário-Geral das Nações Unidas, Kofi Annan.

A conferência faz parte da Ação Internacional contra a Fome e a Pobreza, promovida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em parceria com os chefes de Estado e de Governo da França, Chile, Espanha, Alemanha e Argélia.

De acordo com a assessoria de imprensa do Itamaraty, os debates estarão centrados na proposta de uma pequena contribuição sobre bilhetes aéreos internacionais. A idéia é estabelecer uma contribuição pequena, que não afete os mercados da aviação e do turismo, mas possa gerar rendimentos expressivos para ações internacionais de assistência aos países menos desenvolvidos.

Espera-se que o mecanismo demonstre a viabilidade de taxas aplicadas nacionalmente e coordenadas internacionalmente para a luta contra a fome e a pobreza. Está em estudo também a possibilidade de destinar parte dos recursos para a criação de uma central internacional de compras de medicamentos contra a Aids e outras enfermidades, como a malária e a tuberculose.

A Conferência de Paris, segundo o Itamaraty, dará seguimento ao processo de mobilização política que iniciado a partir do encontro entre os presidentes do Brasil, França e Chile, e o secretário-geral Kofi Annan, em Genebra, em janeiro de 2004.

A mobilização ganhou impulso com a reunião de líderes promovida pelo presidente Lula, em Nova York, em setembro daquele mesmo ano, com a participação de mais 50 Chefes de Estado e de Governo.