O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS) fez um apelo aos parlamentares para que aprovem o relatório final na próxima semana. "Não podemos deixar que o radicalismo político cause estragos à imagem do Congresso", afirmou. "O desentendimento só vai ajudar a impunidade e ninguém aqui vai compactuar com a impunidade", completou, pedindo lucidez e equilíbrio na votação.

Amaral disse que, independente das divergências políticas e ideológicas, é preciso defender o Brasil e ter compromisso com a nação. Hoje, não haverá discussão apenas o pedido de vista coletiva e a leitura do relatório pelo deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR).