A alta internacional do preço do barril de petróleo não deve afetar a economia brasileira, avalia o ministro do Planejamento, Guido Mantega. Para ele, a questão é passageira e se restringe a problemas, principalmente na Arábia Saudita, que podem ser contornados.

?O Brasil é quase autosuficiente em petróleo, produzindo mais de 90%?, observou Mantega.

O ministro disse que, em 2006, o país deve atingir a autosuficiência em petróleo. Segundo ele, embora o custo do barril tenha encarecido no exterior, ?para o Brasil o custo é muito inferior e, por enquanto, a alta não causou nenhuma comoção em nossos preços?.