O vice-presidente José Alencar disse que na última eleição foi convidado por quatro partidos para integrar a chapa que disputaria a eleição presidencial e, desta vez, ainda não foi lembrado por ninguém. "Eu provavelmente não tenha feito por merecer um novo convite", afirmou, em entrevista no Planalto. "Naquele tempo, gostavam de mim", completou.

Após participar de uma solenidade no Palácio do Planalto ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Alencar negou que viva uma situação desconfortável por ainda não ter recebido um convite do presidente.

Alencar foi lacônico ao responder se havia sido convidado pelo presidente Lula para continuar como vice: "não". Depois, questionado se queria ser convidado, respondeu com outro não. Em seguida, Alencar foi questionado se, caso fosse convidado, aceitaria: "Isso aí é conjuntura".

José Alencar disse estar tranqüilo. "Eu costumo ser na minha vida muito tranqüilo, pois sou cristão, católico, apostólico e romano. Provavelmente, Deus está me protegendo", disse.