Brasília – O senador José Agripino Maia (PFL-RN) disse que aceita o resultado da eleição para a Presidência do Senado e que respeita a preferência dos senadores. "Não se discute resultado de eleição, se aceita. Não se contesta. Se perguntar para mim se foi decepcionante: claro que sim. Esperava ganhar. Esperava ter os 41. Mas preferência é preferência", afirmou. O senador foi derrotado pelo atual presidente senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Renan venceu as eleições por 51 votos contra 28. Foram registrados um voto branco e um nulo.

Questionado se foi traído por integrantes da oposição, o senador do PFL disse que não costuma fazer esse tipo de avaliação, porque, segundo ele, ?não se agride preferência com nome de traição".

Para Agripino, o Palácio do Planalto colaborou para a vitória de Renan Calheiros. "Não tenho dúvida que Renan é o candidato do Planalto e que o Planalto deu a Renan as armas de que dispõe para conquistar votos. Disso eu não tenho a menor dúvida", afirmou.