Agricultores do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além de representantes de países como Argentina, Venezuela e Colômbia, se reúnem a partir de hoje, em Ponta Grossa (PR), na 3ª Jornada de Agroecologia, para discutir estratégias em defesa da agricultura orgânica e contra o cultivo de transgênicos.

São esperados, segundo a comissão organizadora, cinco mil pessoas até o próximo sábado, quando acontecerá uma marcha até à fazenda que era administrada pela empresa Monsanto. Hä um ano, agricultores e líderes sem-terra atearam fogo em uma plantação de milho e ocuparam 48 hectares arrendados pela Monsanto – multinacional líder em pesquisas de transgênicos . A propriedade hoje é chamada de Centro Chico Mendes de Agroecologia e vem sendo utilizada na produção de grãos orgânicos.