Brasília – O Sistema Eletrônico de Comercialização da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já está disponível para os agricultores familiares realizarem leilões privados e comercializarem seus produtos.

Nessa nova modalidade, os produtores negociarão diretamente por meio das bolsas de mercadorias e poderão  buscar os melhores preços no mercado, em todo o país, via internet.

O primeiro desses leilões será realizado na próxima sexta-feira (8), com oferta de 138,9 toneladas de castanha do Brasil, produzida pelos associados de uma cooperativa do Acre.

Os agricultores familiares que participarão dos leilões devem estar ligados a cooperativas ou associações. E o produto deve estar armazenado e identificado, de acordo com as normas oficiais de classificação.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Sistema Eletrônico de Comercialização também está disponível para os grandes produtores, cooperativas, indústrias e comerciantes interessados. Essas negociações são desvinculadas da Conab, que ficará responsável somente pela divulgação do edital, além da execução e divulgação das operações comerciais.

O ministério informa ainda que 0,3% das comissões pagas às bolsas pelos arrematantes serão destinadas à Conab e destaca que a divulgação das ofertas pela Companhia poderá garantir preços mais vantajosos aos produtores.