O delegado licenciado da Polícia Civil e deputado estadual Mário Sérgio Bradock Zacheski (PMDB), através de seu advogado, Cláudio Dalledone Júnior, afirmou hoje que está sendo vítima de perseguição política. Apesar de ter marcado a entrevista coletiva, Bradock não participou do encontro com os jornalistas, e seu advogado ficou encarregado em responder às acusações de tortura e homicídio apresentadas pelo Ministério Público Estadual (MP). (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)