O Natal é a festa do nascimento do nosso Salvador Jesus Cristo, o Advento é um tempo de espera e de preparação para este grande acontecimento.

Quando Deus disse :” Façamos o homem à Nossa imagem e semelhança” (Gên. 1,26), reconheceu que todas as coisas criadas eram boas e perfeitas em si mesmo. Todavia “ninguém poderia imaginar que o criador estava preparando uma grande surpresa: experimentar, na carne, na pessoa do seu Filho, como é bom ser humano, viver a nossa vida. O Natal é a concretização desse sonho divino. O evangelista João confirma, dizendo que a “Palavra se fez carne e veio morar entre nós” (Jo.1,14). (Familia cristã, NO. 815, pág. 58).

Tudo isto se realizou pelo amor de Deus :” Deus amou de tal maneira o mundo, que entregou o seu filho único” (Jo.3,16).

Todo o Antigo Testamento aguardou a vinda deste Salvador, reconhecendo sua grandeza e dignidade, a tal ponto que Salomão exclamou depois da construção do templo de Jerusalém:” Se os mais altos céus não te podem conter, muito menos esta casa (templo) que eu construí!” (1 Reis, 8,27). Se o templo não foi digno de hospedar o Salvador, Deus preparou digna morada no seio de Maria. No templo do Advento esperamos ansiosos esta realização do plano de Deus. O povo judeu viveu debaixo de regimes duros do século 8.º antes de Cristo até o século 2 depois: assírio, babilônico, persa, grego e romano. Foi neste período que se escreve a bíblia sagrada. A bíblia nasceu de um povo e de um tempo que suspirava por liberdade e vida! Neste tempo do Advento vivemos este tempo que aguardamos o Rei – Messias, o Salvador. Neste tempo em que o povo viveu dificuldades entre os séculos 8 antes de Cristo até o século 2 depois da vinda do Salvador, houve homens corajosos que chamamos de profetas. Destaca-se o profeta Isaías que durante 50 anos animou a caminhada deste povo sofrido entre os anos do exílio na Babilônia (586 a 538 antes de Cristo. O povo de Israel foi governado por reis durante 600 anos.

Maria nos auxiliará nesta caminhada do Advento. Ela não esperou apenas o nascimento do Salvador. Fez sua parte, partiu para as montanhas da Judéia e foi auxiliar sua prima Izabel que aguardava na sua idade o nascimento de João Batista. “Eis a serva do Senhor”, é um bom programa para a preparação do Natal.

Nas quatro semanas do Advento somos convidados a participar da novena do Natal em família, falarmos em família sobre o grande acontecimento do Natal, cuidar para que esta festa do nascimento do Menino Jesus não passe apenas no comércio e na preparação da festa natalina e nos alimentos, preparar com o grupo de novena ou o grupo de reflexão a doação de alimentos para famílias necessitadas ou com pessoas doentes, tentar recuperar o verdadeiro sentido deste acontecimento religioso. O Advento torna-se assim um tempo de esperança de vida mais digna e de mais fé.

José Weschenfelder

– pároco da Paróquia Santa Rita de Cássia de Marmeleiro e da Reitoria de Flor da Serra do Sul e-mail.
paroquiasrita@wmail.com.br