O meia Adriano pode estar dando adeus ao Atlético. Ninguém confirma ainda, mas o último atleta da parceira com o empresário Juan Figer não está mais treinando, o procurador Luís Taveira foi chamado a Curitiba para tratar do assunto, a diretoria decretou lei de silêncio e o seu substituto já está até escolhido. Nas próximas horas, o clube deverá anunciar a transferência do atleta, que tem contrato com o clube apenas até julho deste ano.

No início do mês, os dirigentes chegaram a anunciar a renovação de contrato por três anos com o meia. Ficou apenas no desejo da diretoria atleticana. As partes não chegaram a fechar o acordo e Adriano ainda disparou contra os cartolas: “Quem falou isso é mentiroso”. A notícia, antes de sua concretização, acabou irritando ainda mais o meia. No ano passado, o próprio atleta já estava alertando os dirigentes que só continuaria se o clube acertasse os atrasados.

As conversas não avançaram e o velho desejo de voltar à Europa ressurgiu no pensamento do jogador. Principalmente depois de sua esposa dar à luz gêmeos, que se somaram a outros dois. A pressão de seus familiares, o desejo de fazer o pé de meia e com o sonho de também brilhar num mercado maior mexeram com o craque e propostas não faltam. (Leia mais na edição de amanhã da Tribuna do Paraná)