O secretário da Agricultura e do Abastecimento, Valter Bianchini, participa nesta sexta-feira (20) de encontro entre o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes e o ministro da Agricultura do Paraguai, Alfredo Molinas Maldonado, em Foz do Iguaçu. Segundo Bianchini, será discutido um amplo acordo de desenvolvimento e fortalecimento da agricultura entre os dois países. ?Como Paraná e Mato Grosso do Sul fazem fronteira com o Paraguai, vamos participar da execução do que for acordado entre os dois ministros?, explicou Bianchini.

O encontro contará também com a presença da secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção e Turismo de Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, e representantes da FAO ? agência das Nações Unidas para agricultura e alimentação ? e da Itaipu Binacional.

Segundo Bianchini, um dos temas previstos no encontro é a sanidade animal, para harmonizar a forma de atuação entre os dois países nessa área. O ministro do Paraguai deverá expor o trabalho realizado em seu país e o ministro Stephanes vai relatar as ações de sanidade animal que estão feitas em território brasileiro. O objetivo é promover a integração entre os procedimentos na região de fronteira entre Brasil e Paraguai.

Campanha

O ministro Stephanes vai comunicar ao ministro paraguaio a realização da campanha nacional de vacinação contra febre aftosa nos estados que compõem o Circuito Pecuário Centro-Oeste, onde estão integrados Paraná e Mato Grosso do Sul. A primeira etapa da campanha será realizada de 1.º a 20 de maio.

Este ano, a Secretaria da Agricultura do Paraná está adotando uma estratégia especial de identificação de todos os animais localizados em propriedades paranaenses na área de fronteira, para ampliar o controle sobre o trânsito de animais na região. No Paraná, a meta da campanha é vacinar 100% dos rebanhos e, para atingir essa cobertura, a Secretaria da Agricultura pretende promover a vacinação assistida nas propriedades localizadas na região de fronteira.