O prazo dado a 10 milhões de trabalhadores que têm direito ao saque do abono do PIS/PASEP termina no dia 30 deste mês. Até agora, 90% deles já receberam o benefício, pelos cálculos do secretário Nacional de Políticas Públicas de Emprego do Ministério do Trabalho, Remígio Todeschini.

"Tem direito a esse benefício àqueles trabalhadores que em 2004 tenham trabalhado no mínimo 30 dias com carteira registrada e que tenham sido inscritos no PIS PASEP nos últimos cinco anos", explicou Todeschini.

Na carteira profissional, é possível conferir o número do PIS PASEP. Quem não buscar o dinheiro até o fim do mês, perderá o direito ao saque do abono equivalente a um salário mínimo, relativo ao ano anterior. O dinheiro se reverte, então, para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

"No caso de iniciativa privada [o trabalhador] deve se dirigir à Caixa Econômica, desde que tenha trabalhado com registro em carteira durante 30 dias e tenha sido inscrito no programa no mínimo há cinco anos", orientou o secretário do Ministério do Trabalho. Segundo ele, os pagamentos referentes aos abonos de 2005, começarão a ser feitos em agosto deste ano.