Após cerca de cinco anos de reclusão, José mojica Marins, o Zé do Caixão, rompe o silêncio neste domingo (21), em entrevista a Geraldo Luís no Domingo Show, que vai ao ar a partir das 11h na Record. Aos 83 anos, o artista aparece nas imagens acompanhado de sua filha Liz Vamp, que conta detalhes a respeito dos motivos de o cineasta ter “sumido” por tanto tempo. “Ele teve paradas cardíacas. Parada cardíaca não precisa falar que é sério. Ele teve que ser ressuscitado”, relembra.

+Leia também: Novo ‘O Rei Leão’ e mais dois filmes estreiam neste fim de semana em Curitiba

Na entrevista, Liz ainda confessa: “Ele enfartou na minha frente. Filme de terror perde.” Ela também desabafa sobre as dificuldades que o pai enfrentou durante a carreira: “Ele sofreu muitos golpes… Pessoas chegaram a tomar filmes dele, fizeram com que ele assinasse coisas que ele nem sabia que estava assinando, nem sabia o conteúdo”. Além disso, ela comenta o problema dele com o álcool: “Teve uma época em que ele sofreu com o alcoolismo… Não era saudável nem o tipo de bebida que ele misturava e, principalmente, a quantidade dessas bebidas”.

Entrevista vai ao ar neste domingo (21), no 'Domingo Show'. Foto: Divulgação/Record
Entrevista vai ao ar neste domingo (21), no ‘Domingo Show’. Foto: Divulgação/TV Record

Com dublagem de Tiago Abravanel, nova série na TV a cabo discute preconceito e aceitação